Jornal Raio-X

 

O DAMUFES, ao longo de suas décadas de existência, envolveu-se com a publicação de uma série de periódicos produzidos pelos próprios alunos, sendo cada um deles algo como um bom retrato do que pensavam aqueles que, dentro de cada geração, se dedicaram à sua manufatura – o que, se não coincidia com a visão da massa universitária de sua época, ao menos dá indícios do tipo de influência a que os estudantes de cada geração estiveram expostos e, naturalmente, das condições em que já se encontraram a universidade, o curso e a organização estudantil. Tomemos como exemplo o Questão de Ordem, primeira publicação periódica do antigo DACBM (predecessor do DAMUFES) após sua reabertura, no ano de 1975, em pleno Regime Militar; em suas páginas datilografadas e cheia de colagens, são marcantes o descontentamento estudantil com as medidas do governo militar de forma geral e a influência da crescente militância comunista entre os universitários. De lá pra cá, o DA abandonou mais de uma vez, por alguns anos, sua publicação periódica, para retomar, logo depois, com um novo jornal ou boletim. Um desses recomeços ocorreu em 1997, com o lançamento do Jornal Raio-X. A publicação foi mantida por alguns anos, até ser deixada de lado, por conta de alguns problemas com a produção. Enfim, em 2009, o Raio-X foi revivido, e tem sido produzido, desde então, por acadêmicos da gestão do DAMUFES.

Atualmente, todas as edições já lançadas desde a retomada em 2009 estão disponíveis em issuu.com/jornalraio-x, para leitura online e download em arquivo formato pdf. Entre no site e conheça um pouco sobre a história da UFES e do seu curso de Medicina sob a óptica de seus estudantes.

 

Crie um site com

  • Totalmente GRÁTIS
  • Centenas de templates
  • Todo em português

Este site foi criado com Webnode. Crie um grátis para você também!